Aniversário Natalício do Padre Vicente

postado em: Nossa Paróquia | 0

Hoje completa mais um ano de vida nosso Padre Vicente.

Prezado padre Vicente,

Padre Vicente, no curso de sua vida pública, Jesus, uma vez, exultando de alegria no Espírito Santo, agradeceu ao Pai Celeste, recitando essa oração: “Eu te louvo, Pai, Senhor do Céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes – e as revelastes aos pequeninos” (Mt 11,25). Estas palavras podem ser aplicadas tanto ao grande evento que hoje, com o coração pleno de alegria estamos vivendo, como a Eucaristia, na qual Jesus oferece o pão da sua sabedoria e o vinho do seu amor.

Padre Vicente, todos os dias, sobre o pão e o vinho, você repetirá as palavras do único sacerdote Filho de Deus, atualizando o sacrifício Infinito. Neste sacrifício, tudo e o mundo todo estará contido e, nele, tudo e o mundo todo é redimido!

A liturgia hodierna nos mostra que a Eucaristia é Deus conosco definitivamente. Cristo é “sacramento” do encontro mais perfeito e íntimo entre Deus e o homem. O sacerdote é também sacramento do encontro entre Deus e o homem!

Lembre-se: para que o nosso coração seja sempre endereçado a Deus devemos sempre renovar a nossa adesão a Cristo.

Existem promessas que somente Cristo sustenta e existem caminhos que somente ele aponta. Existem sorrisos que somente ele causa e existem prantos que somente Ele enxuga.

Continue estudando para aumentar seus conhecimentos. Tenha certeza que, se Deus não precisa de nossa ciência menos ainda precisa da nossa ignorância. Estude. É certo que o povo precisa de padres santos, mas também é certo que o povo precisa de padres sábios. Lembre-se que outrora Deus falou pela boca profetas e hoje há de falar pela sua.  

Tenha maturidade para entender que nunca você será aceito por todos. Onde você trabalhar haverá sempre alguns que lhe farão resistência. Aqui terá também. Também Cristo os teve e o discípulo não pode ser maior que o mestre.

 

Mogi das Cruzes, 18 de janeiro de 2014

Isa Antônia Barros 

 

Estimado padre Vicente

Sacerdócio é serviço, esta aqui para servir a Deus e ao seu povo. Servo é o que serve. Mas não basta somente servir por servir. É preciso servir com alegria.  Esta orando ore com alegria; esta trabalhando trabalhe com alegria; esta participando da liturgia participe com alegria e assim por diante. Procure ser padre de todos. De ricos e de pobres. De grandes e de pequenos. Mas, sobretudo, dos que não tem voz nem vez. Faça por eles, todos os dias, uma opção evangélica, mesmo porque, opção outra, qualquer um pode fazer. “Você deve se identificar com os pobres, sentindo corresponsável pelo mal que eles poderiam fazer, caso não coloque em prática tudo o que a capacidade criativa do amor pode sugerir”. (Beata Madre Esperança). Quem sabe um dia você pode dizer como são Paulo: “A graça de Deus não foi me dada em vão”. Sob o signo da alegria transcorra a sua vida sacerdotal nessa paróquia de São Benedito. Sob as bênçãos da virgem Maria exerça um ministério fecundo e santo. Que você nunca se canse de repetir, quando testemunhar Cristo: “Por causa dele, perdi tudo e considero tudo como lixo, a fim de ganhar Cristo e ser encontrado unido a Ele” (Fil 3,8b). “Faça TUDO POR AMOR A NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, Foi isso que você aprendeu de Madre Esperança, ela disse que sob essa luz nenhum trabalho ou serviço é pequeno ou humilhante. Diante de Jesus tudo é grande e louvável”. A mensagem libertadora de Jesus não pode correr o risco de ficar – por causa do medo fechada dentro de quatro paredes, sem correr riscos, nem incomodar a ordem injusta sobre a qual o mundo se constrói; mas é uma mensagem que deve ser proclamada com coragem, com convicção, com coerência. Irmão, Não tenha medo de tomar uma posição na vida. Jesus fez uma opção, Ele sempre se mostrou cheio de misericórdia pelos pequenos e pobres, pelos doentes e pecadores, colocando-se ao lado dos perseguidos e marginalizados. Com a vida e a palavra anunciou ao mundo que sois Pai e cuidais de todos como filhos e filhas. (Oração Eucaristia VI-D).  São Benedito é negro e esta Paróquia tem, pela primeira vez uma padre negro, e a inculturação, o não ao preconceito, o acolher nas diferenças é bênção que se recebe e assim se fará crescer a cada dia esta paróquia no aspecto humano do bem querer, do bem ceder, do bem acolher. Falando em acolher, trago aqui um passado não tão distante, dizem que passado é passado, mas quando bem vivido é ótimo ser relembrado. Trago a Paróquia Imaculado Coração de Maria que aqui agradece pelos anos de dedicação, através de várias formas de mostrar seu jeito simples e humano de ser, seja naquele cumprimento quando no pátio da igreja, nas visitas aos doentes, hospitais, aquela palavra amiga e de pai, enfim, a cada detalhe que cada um que de lá participa guarda em seu coração, o nosso muito obrigada! Dirijo-me a esta Paróquia São Benedito! Ganhastes um presente do bom Deus, não será necessário mais palavras, mas isto será percebido a cada dia nas atitudes e quando um pai ama seu filho, ele também fala não, puxa orelha, mas acima de tudo dá o carinho que é preciso.

 

“Eu te instruirei, te mostrarei o caminho que deves seguir, eu te aconselharei,
fixarei em ti os meus olhos”.
Sl 32,8

 

Bendito é aquele que vem em nome do Senhor!

 

Cleusa Aparecida Augusto Oliveira

Deixe uma resposta